Como os truques mágicos nos enganam?

Muito mais que milenar, o ilusionismo data de 1700 a.C. do Antigo Egito e era um dos mais famosos meios de entretenimento. Alguns dos mais famosos mágicos da história como o grande Mister M já percorreram o mundo inteiro mostrando todos os seus supostos “poderes” que o ilusionismo lhes proporciona, porém o próprio mágico já quebrou as regras dos mágicos e mostrou ao mundo como os maiores truques funcionam, porém aqui, vamos tentar explicar como os pequenos truques podem enganar o cérebro humano.

É claro que todos sabemos que não existe nenhum tipo de poder e que todos os incríveis truques são uma completa mentira, mas por que nos parece tão real algo que seria impossível acontecer? Como que os ilusionistas nos fazem acreditar que de fato fizeram uma mágica bem na nossa frente?

A Culpa é do seu cérebro!

Sabe toda aquela conversa de que o ser humano não usa boa parte da capacidade do seu cérebro? Mesmo que os cientistas discordem, pode até ser verdade mesmo, pois o cérebro é coberto de falhas que na maioria das vezes podem salvar a nossa vida, mas em outras nos fazem ver o impossível, é exatamente essa parte frágil e mentirosa que os mágicos exploram. Focar em um uma única tarefa é algo quase impossível para o cérebro, sempre que vemos algo que nos chame a intenção, mesmo que por uma fração de segundos, perdemos a concentração o tempo é o suficiente para um objeto trocar de mãos e na próxima oportunidade sumir dentro de uma manga ou bolso. Da mesma maneira ficar o tempo todo tagarelando e contando histórias ajuda muito um bom ilusionista a manter a plateia distraída.

Tentar deixar o truque mais obvio possível geralmente é o maior segredo, enquanto os espertinhos tentam prestar atenção na mágica em si, procurando falhas, várias outras coisas estão acontecendo ao seu redor, não é à toa que a maioria dos truques usa apenas uma das mãos do mágico, ou você nunca percebeu isso por estar tentando achar o segredo do truque olhando diretamente para ele? Truques com cartas onde você deve escolher uma entre o baralho todo na maioria das vezes não passam de cartas duplicadas pré-selecionadas para que o próprio ato da escolha já seja uma mentira.

Os seus olhos te enganam!

Outro segredo que você pode perceber por ser extremamente comum é o ilusionista fazer você olhar fixamente para algo que ele segura nas mãos com a famosa frase “Agora prestem atenção neste objeto” e de repente ele muda, some, se transforma, evapora. Esse truque é apenas mais um que explora as falhas do cérebro humano, nesse caso é a pós-imagem. O efeito de pós-imagem das mágicas é o mesmo usado por aquelas imagens que vemos na internet onde você deve olhar para um ponto no centro da tela e depois olhar para uma parede de cor clara, quando piscarmos vamos ver uma outra imagem que estava ao redor deste ponto. Os mínimos segundos que estamos sobre esse efeito são o suficiente para mais um truque.

Sempre que o cérebro percebe que estamos vendo algo novo ou emocionante uma parte diferente da nossa memória chamada de atenção exógena começa a estocar as visões que temos, o que exige uma maior concentração no que de fato estamos vendo, dessa maneira acabamos esquecendo de prestar atenção no restante dos movimentos do mágico e somos enganados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *