Como Funciona o Minha Casa Minha Vida?

A criação do programa social Minha Casa Minha Vida se deu para que os grupos familiares possam realizar a compra do imóvel próprio e sair do aluguel. O programa é destinado para famílias com renda entre R$ 1,8 mil até R$ 7 mil.

O Minha Casa Minha Vida surgiu em 2008, quando o Brasil tinha um déficit habitacional grande. Com o programa, se fez possível oferecer um bom financiamento, com taxas de juros baixas para quem não tem tantas condições financeiras e possui maiores dificuldades para adquirir um imóvel.

A seguir você pode conferir como funciona o minha casa minha vida e quem pode fazer parte desse programa.

Como Funciona o Minha Casa Minha Vida?

A iniciativa do minha casa minha vida é diferente dos financiamentos oferecidos pelas imobiliárias. Por isso, se você deseja financiar um imóvel, fique atento a todas possibilidades.

Como Funciona o Minha Casa Minha Vida 2021
Como Funciona o Minha Casa Minha Vida 2021

Através do Minha Casa Minha Vida há algumas parcerias, como é o caso da Caixa Econômica Federal e algumas construtoras, que oferecem a melhor opção, com juros não tão altos e as parcelas ideias para que você consiga pagar.

O financiamento também oferece um prazo maior para efetuar o pagamento das parcelas, comparado com outras iniciativas. Assim, esse sonho se torna mais possível.

Na hora de escolher o seu imóvel dos sonhos você pode optar pela localidade urbana ou rural, sendo as negociações relacionadas a estados federativos, municípios e ainda à entidades sem fins lucrativos.

Quem tem Direito ao Minha Casa Minha Vida

Como já sabemos, para participar do Minha Casa Minha Vida você deverá se enquadrar em alguns requisitos e também fazer parte de uma das 4 faixas de renda disponibilizadas, as quais serão apresentadas abaixo. Confira como as modalidades são divididas:

Faixa 1 – renda máxima de R$ 1.800,00

As parcelas nessa modalidade são de R$ 80,00 a R$ 270,00, sendo o restante do valor de responsabilidade do Governo.

Faixa 2 – renda máxima de R$ 2.600,00

Nesse caso o Governo oferece um subsídio no valor de R$ 47,5 mil, sendo os juros de 5%.

Faixa 3 – renda máxima de R$ 4.000,00

Com essa renda o Governo oferece até R$ 29 mil, sendo as taxas anuais de 5,5% a 7%.

Faixa 4 – renda máxima de R$ 7.000,00

Por fim, a ultima oportunidade para participar do Minha Casa Minha Vida se dá para as famílias com renda mensal máxima de R$ 7.000,00. Nesse caso é possível usar o FGTS e os juros são de 8,16% ao ano.

Inscrição Minha Casa Minha Vida 2021
Inscrição Minha Casa Minha Vida

Sendo assim, as famílias que direito ao Minha Casa Minha Vida são as seguintes:

  • Com renda máxima de R$ 7 mil reais mensais;
  • Aqueles que não possuam outro imóvel no nome;
  • Que não seja funcionário da Caixa Econômica Federal.

Para conhecer as condições oferecidas para situação, utilize o simulador minha casa minha vida.

Como Realizar a Inscrição no Minha Casa Minha Vida?

A inscrição do Minha Casa Minha Vida é simples de ser feita, no entanto, se diferencia de acordo com a faixa salarial que a mesma se encontra.

Confira como se inscrever de acordo com a sua modalidade abaixo:

Faixa 1

Nesse caso, o responsável familiar deverá ir até a prefeitura do seu município com todos documentos necessários em mãos.

Demais Faixas

Já em outros casos, você poderá escolher o seu imóvel, contatar a construtora e em seguida solicitar o financiamento na Caixa ou Banco do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *