Como funciona o isolamento acústico

Se você já visitou um estúdio de gravação ou ao menos conhece algum sabe que o som não pode sair de dentro da sala em que está sendo gravado, assim como nenhum outro som pode entrar, garantindo que sons ambientes não sejam capturados junto com o áudio da música ou do vídeo, você faz ideia de como funciona esse sistema que não deixa o som escapar ou entrar na sala?

A construção ou aplicação de materiais que não permitam a evasão de ondas sonoras é chamada de Isolamento acústico (ou isolamento sonoro), que pode ser obtida com a utilização de diversos materiais, como chapas metálicas, vidro, madeira maciça, tijolos maciços, manta de borracha e etc.

Como funciona?

O isolamento acústico consiste em tentar absorver ou repelir ondas sonoras que sejam projetadas de dentro de uma sala para fora ou então de fora para dentro, assim como tentar reduzir o eco produzido dentro desta sala, onde determinados tipos de materiais tem um efeito diferente e realizam uma função que certos materiais não conseguiriam. Por exemplo, em um estúdio de gravação de músicas, a ideia é tentar encontrar o melhor material para reduzir o eco interno e também repelir o som que vem do lado de fora, tornando o áudio o mais limpo possível.

Quando um isolamento acústico for projetado será necessário analisar as melhores maneiras de se eliminar ruídos aéreos, como rádios, televisões, pessoas conversando; e também ruídos de impacto, como batidas em uma construção, fechamento de portas ou outras coisas que gerem algum impacto. Para que o isolamento seja mais eficiente, é importante que mais de uma barreira seja criada, como, por exemplo, uma parede de madeira maciça sobre uma parede de tijolo maciço, janelas com dois vidros, uma porta de madeira com uma chapa de aço, quanto mais camadas mais difícil fica para as ondas sonoras se propagarem.

Como isolar o chão e o teto?

Para um melhor aproveitamento do isolamento acústico em pisos, onde nem o som do lado de fora possa entrar ou o som de dentro sair, geralmente são utilizados os chamados pisos flutuantes, onde algum material como a borracha é colocada sobre o piso o encobrindo por completo e por cima é colocado outro piso (geralmente de madeira) para aumentar a qualidade do isolamento.

Quando o assunto é um bom isolamento acústico para o teto, geralmente é usado o mesmo sistema de pisos flutuantes que encontramos para o chão, uma camada de algum material não rígido encobre o teto (normalmente espuma ou isopor nesse caso) e sobre esse material é aplicado um forro, geralmente de gesso ou madeira.

Cuidados com qualidade e segurança

Sempre que um estúdio de gravação é planejado, a principal discussão é a melhor maneira e equipamento necessário para criar um isolamento acústico, garantindo tanto a qualidade do áudio gravado quanto a preservação sonora do ambiente no lado externo, que pode acabar incomodando vizinhos ou colegas que trabalhem no prédio. Qualquer modificação que você fizer em sua casa ou empresa é necessária a autorização do corpo de bombeiros, que irão vistoriar a obra a procura de possíveis falhas na construção que possam prejudicar as estruturas do prédio, então sempre procure profissionais para realizar seu planejamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *